Uso de bactérias no solo aumenta colheitas em 100%

O Programa das Nações Unidas para o Meio-Ambiente, Pnuma, anunciou que é possível aumentar em mais de 50% a produtividade das lavouras sem recorrer ao uso de fertilizantes.
A descoberta foi anunciada na terça-feira (18), na abertura de uma conferência no Centro Agroflorestal Mundial em Nairóbi, no Quênia. O encontro discute como os microorganismos trabalham no solo e como eles podem ser utilizados.
O projeto internacional de pesquisa intitulado Manejo Sustentável da Biodiversidade Subterrânea observou a relação entre os microorganismos presentes no solo e a produtividade das plantações.
Estudos realizados no Quênia indicaram que o uso de alguns tipos de bactérias no solo das plantações de soja aumentou a lucratividade das lavouras entre 40% e 60%, sem o uso de fertilizantes.
Quando microorganismos foram usados em plantações, com o auxílio de fertilizantes orgânicos, as colheitas dobraram. Neste cenário, os custos caíram e a lucratividade das lavouras aumentou. Os microorganismos ajudam ainda no melhor aproveitamento da água e dos nutrientes.
Segundo o Pnuma, outra descoberta importante é que, em alguns casos, as bactérias ajudaram a combater doenças nas lavouras, diminuindo a necessidade de pesticidas.
O projeto internacional de pesquisa sobre a biodiversidade subterrânea deverá durar oito anos e conta com o apoio de cientistas do Brasil, Côte d”Ivoire, Índia, Indonésia, México e Uganda. A agência da ONU fornece suporte na implementação do projeto.

Fonte: Agrolink

Anúncios

Amanhã, 22 de março, é o dia mundial da água !

A água é o sangue da terra !!!
Dispense o uso de sacolas plásticas !!!
Invadir e construir na faixa de matas ciliares, impede a imprescindível expansão e acomodação das águas pelo solo, quando o rio enche; e as sacolas plásticas descartadas levadas pelas enxurradas, entopem os bueiros provocando enchentes nas cidades.
A água merece respeito ! Dê um presente a água:
Não intercepte o seu caminho natural!
Deixe-a correr livre para o mar!
.
Plástico à base de árvores e grama
.
Alunos e professores da Imperial College, da Inglaterra, desenvolveram um plástico a partir de um polímero à base de açúcar, obtido por meio de grama e de árvores. Dessa forma, o plástico é biodegradável e não leva petróleo em sua composição. Uma preocupação dos cientistas foi em usar desde o início fontes renováveis, e além disso, a escolha destas fontes. A idéia era não usar alimentos. “Para esse plástico se tornar viável comerciamente, deve ser fabricado em larga escala”, afirmou a responsável pela pesquisa, doutoura Charlotte Williams. De acordo com Charlotte, a tecnologia pode chegar ao mercado em dois anos. Para isso, a Imperial College já está em contato com grandes parceiros comerciais.
Até lá, que tal deixar de lado as sacolas plásticas e usar ecobags?
.
Clique aqui e leia mais!

Novo presidente da CTNBio se diz contra rotular transgênico

por Marta Salomon da Folha de S. Paulo, em Brasília
Escolhido nesta quarta-feira (10) presidente da CTNBio (Comissão Técnica Nacional de Biossegurança) , o agrônomo Edilson Paiva defendeu a liberação comercial de plantas geneticamente modificadas e criticou a oposição a esses organismos.
“Trabalhamos com a fronteira do conhecimento, e os grupos contrários são muito eficientes em assustar”, disse à Folha.
Cabe à CTNBio analisar pedidos de pesquisas e de liberação comercial de organismos geneticamente modificados.
Nos últimos quatro anos, foram liberadas 20 variedades transgênicas de milho, algodão e soja. As primeiras aprovações ocorreram depois de constatado o plantio clandestino de soja e algodão transgênicos.
Atualmente, há oito novos pedidos em pauta, inclusive da primeira variedade de arroz transgênico no país. Para Paiva, variedades transgênicas “são uma necessidade, uma realidade para a qual não há retorno”.
Pesquisador da Embrapa por 35 anos, com doutorado em engenharia genética, ele cita que culturas geneticamente modificadas já ocupam mais de 140 milhões de hectares no mundo.
Paiva se manifestou contrário à rotulagem de alimentos que contenham transgênicos: “Pessoalmente, acho que seria desnecessário, porque esses alimentos não causam nenhum risco”.
No final do ano passado, na condição de vice-presidente da CTNBio, alinhou-se com o então presidente Walter Colli na interpretação que desobriga as empresas que comercializam ou usam transgênicos na produção de alimentos de rastrear esses eventuais efeitos após a liberação comercial de determinada variedade.

Anúncios criativos sobre o Meio Ambiente

Enquanto na Dinamarca o mundo discute Aquecimento Global vai aí alguns anúncios sobre a temática da agressão ao meio ambiente. Esse foi um e-mail recebido pelo MAE.

Essa campanha foi feita para a World Wildlife Fund. À medida que o papel acaba, o verde da América do Sul também vai embora, simbolizando o impacto ambiental que o uso de simples toalhas de papel é capaz de provocar, além de alertar para outros desperdícios que podem levar às mesmas consequências.

Esse anúncio utiliza o movimento da sombra no cartaz para demonstrar como o aquecimento global levará ao aumento do nível dos oceanos.

“Veja quanto monóxido de carbono você deixará de emitir se não dirigir por um dia”. Essa é a mensagem que aparece na gigantesca nuvem preta presa ao cano de escape de um carro depois de passar o dia sendo inflada pela fumaça expelida pelo automóvel.

Nesse anúncio, as árvores foram posicionadas para parecer pulmões. A área desmatada é um alerta, e a frase no canto diz: “Antes que seja tarde demais”.

Diesel, a fabricante italiana de roupas, colocou, no fim de janeiro, propagandas em jornais, revistas e outdoors que traziam modelos posando com roupas da marca em um mundo afetado pelo aquecimento global. Nas fotos acima, você vê o Cristo Redentor coberto de água até os pés e Nova York praticamente submersa.

SAFE é uma instituição de proteção aos animais que faz várias campanhas para expor e questionar a utilização desnecessária deles em experimentos e explorações comerciais. O anúncio acima tem como alvo o uso dos bichos como cachecóis, botas e outros produtos de couro e assim por diante.

“Use a eletricidade com sabedoria”. Esse anúncio é da companhia de energia Eskom, da África do Sul.

.
Pessoal, vamos nos conscientizar e mudar nossas atitudes.
Sejamos o bom exemplo!

Ainda que a grande mídia conservadora resposabilize junto com estas empresas  aos indivíduo pelas mazelas ambientais…
A NATUREZA É O NOSSO BEM MAIS PRECIOSO,
VAMOS PRESERVÁ-LA!

Olha nós no…

e no…

Paraibanês

Paraibano não fica solteiro... ele fica solto na bagaceira!
Paraibano não vai com sede ao pote... ele vai com a bixiga taboca!
Paraibano não vai embora... ele vai pegá o beco!
Paraibano não diz 'concordo com vc' ... ele diz 'Né isso, homi!!!!'
Paraibano não conserta... ele Imenda!
Paraibano não bate... ele 'senta-le'a mãozada!
Paraibano não sai pra confusão... ele sai pro 'muído'!
Paraibano não bebe um drink... ele toma uma!
Paraibano não é sortudo... ele é cagado!
Paraibano não corre... ele dá uma carrera!
Paraibano não brinca... ele manga!
não toma água com açúcar... ele toma garapa!
não engana... ele dá um migué!
não percebe... ele dá fé
não vigia as coisas... ele pastora!
não sai apressado... ele sai desembestado!
não aperta... ele arroxa!
não usa zíper... usa 'riri'!
não dá volta... ele arrudêia!
não espera um minuto... ele espera um pedaço!
não é distraído... ele é avoado!
não fica encabulado... ele fica todo errado!
não passa a roupa... ele engoma a roupa!
não ouve barulho... ele ouve zuada!
não rega as plantas... ele 'agoa' as plantas
não é esperto... ele é desenrolado!
não é rico... ele é estribado!
não é homem... ele é macho !
não diz tu ouviste? , ele diz vice?
não diz vamos embora ele diz bora!
não grita de espanto ele diz oxe!
não se impressiona, só diz vôte!
não diz não, diz nã!

Ô orgulho réi besta!!!

Clique no símbolo e veja mais fotos do Movimento